Páginas

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

A SABEDORIA EM SESSENTA PROVÉRBIOS




  
– A união do rebanho obriga o leão a ir dormir com fome. (provérbio africano)

– É preferível ser dono de uma moeda do que ser escravo de duas. (provérbio grego)

– Diga a verdade e saia correndo. (provérbio eslavo)

– Não aconselhes o tolo: em qualquer caso ele te culpará depois. (provérbio árabe)

– O homem comum fala, o sábio escuta, o tolo discute. (provérbio japonês)

– Viver bem é a melhor vingança. (provérbio basco)

– É possível fazer um leque de aço – jamais uma espada de seda. (provérbio japonês)

– É inútil preocupar-se com os cabelos quando a cabeça está a perigo. (provérbio russo)

– Uma panela de leite é arruinada por uma gota de veneno. (provérbio inglês)




– As palavras boas não quebram nenhum osso. (provérbio francês)

– O mal será sempre o mal – ainda que todos o pratiquem; o bem será sempre o bem – ainda que ninguém o pratique. (provérbio oriental)

– Pode-se cortar todas as flores, mas não se pode impedir o retorno da primavera. (provérbio hindu)

– Ao término do jogo, o rei e o peão voltam para a mesma caixa. (provérbio italiano)

– A raposa tanto vai ao ninho que um dia deixa o focinho. (provérbio português)

– Aquele que procura um amigo sem defeitos, fica sem amigos. (provérbio turco)

– Quem quer aprender sempre encontrará um professor. (provérbio alemão)

– A melhor oração é a paciência. (provérbio budista)

– Quando o rato ri do gato, há um buraco por perto. (provérbio africano)

– A rosa só tem espinhos para quem quer colhê-la. (provérbio chinês)

– Defeito que agrada o sultão vira virtude. (provérbio árabe)

– Se você conhece o inimigo e a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece, mas não conhece o inimigo, para cada vitória sofrerá também uma derrota. Se você não conhece o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas. (provérbio japonês)

– Você não pode ter a manteiga e o dinheiro da manteiga. (provérbio francês)

– Em um restaurante, escolha uma mesa perto de um garçom. (provérbio italiano)


– A paz eterna dura apenas até a próxima guerra. (provérbio russo)

– Todos os gatos adoram peixe, mas odeiam ficar com as patas molhadas. (provérbio inglês)

– Quando o ódio e a vergonha se casam, a filha deles é a crueldade. (provérbio russo)

– A cama é a ópera dos pobres. (provérbio italiano)

– Os visitantes dão sempre prazer, se não quando chegam, pelo menos quando partem. (provérbio português)

– Conforme a vida que leva, um homem pode morrer velho aos 30 anos ou jovem aos 80. (provérbio francês)

– Não pressione demais o covarde que ele vira valente. (provérbio árabe)

– Antes ser covarde por um momento que morto pelo resto da vida. (provérbio irlandês)

– Alguns são tidos como corajosos só porque tiveram medo de sair correndo. (provérbio inglês)

– Quando as teias de aranha se juntam, elas podem amarrar um leão. (provérbio africano)

– Os ricos teriam que comer dinheiro se, por sorte, os pobres não fornecessem a comida. (provérbio russo)

– A árvore quer sossego, mas o vento não para de soprar. (provérbio japonês)

– Se quiser que os outros pensem que você é muito inteligente, simplesmente concorde com eles. (provérbio italiano)

– Meia verdade e uma mentira inteira. (Provérbio iídiche)



– Mais vale acender uma única e minúscula vela do que maldizer a escuridão. (provérbio chinês)

– Não faça nenhuma pergunta e eu não lhe direi nenhuma mentira. (provérbio inglês)

– Não gozes com o mal do teu vizinho, porque o teu vem a caminho. (provérbio português)

– Ninguém testa a profundidade de um rio com os dois pés. (provérbio africano)

– Saber demasiado é envelhecer precocemente. (provérbio russo)

– A inveja é a falta de fé em si mesmo. (provérbio árabe)

– Criança é um anjo cujas asas diminuem à medida que lhe crescem as pernas. (provérbio francês)

– O sorriso custa menos que a eletricidade e fornece mais luz. (provérbio escocês)

– O silêncio é um amigo que nunca trai. (proverbio chinês)

– Um inimigo inteligente é melhor que um amigo estúpido. (provérbio africano)
  

– Passarinho que come pedra sabe o cu que tem. (provérbio pernambucano)

– Saber suportar a cólera é poupar-se de um século de lamentos. (provérbio chinês)

– Os ingleses conquistaram o mundo porque não aguentavam mais a própria cozinha. (provérbio francês)

– As águas passam, as pedras ficam. (provérbio romeno)

– A árvore, quando está sendo cortada, observa com tristeza que o cabo do machado é de madeira. (provérbio árabe)

– A árvore não nega a sua sombra nem ao lenhador. (provérbio chinês)

– Não se esquenta uma casa com a promessa de lenha. (provérbio russo)


– Quando a sorte entrar em casa, ofereça-lhe uma cadeira para se sentar. (provérbio italiano)

– Deus me dê paciência e um paninho para a embrulhar. (provérbio português)

– Deus não pode estar em todos os lugares – por isso fez as mães. (provérbio judaico)

– A chuva bate na pele do leopardo, mas não tira as suas manchas. (provérbio africano)

– Quem quer ficar bêbado não conta os copos. (provérbio árabe)

– O livro é como um imenso jardim que você pode levar no seu bolso. (provérbio árabe)

– Ler um livro pela primeira vez é conhecer um novo amigo. Ler um livro pela segunda vez é encontrar um velho amigo (provérbio chinês)

Nenhum comentário:

Postar um comentário